Skip to main content

Comunicação Não-Violenta: Entenda o Que é e Como Aplicar na Rotina

Comunicação Não-Violenta: Entenda o Que é e Como Aplicar na Rotina

  Anúncios  

A comunicação não-violenta (CNV) é a responsável por gerar habilidades de interação positivas em diversos meios, sendo algo muito valorizado principalmente dentro do mercado de trabalho, onde é preciso saber trabalhar em equipe.

É muito comum que no ambiente de trabalho ocorram desentendimentos entre os colaboradores ou até mesmo uma rivalidade, sendo que grande parte desses problemas podem ser evitados apenas usando uma comunicação mais clara.

Além disso, ter foco na solução dos problemas em conjunto pode auxiliar no alcance dos objetivos, de modo que a CNV passa a ser um pilar importante para as empresas. Quer entender mais sobre o assunto? Então continue a sua leitura.

O que é a comunicação não-violenta?

A comunicação não-violenta é definida como um conjunto de habilidades relacionadas à comunicação verbal e não verbal, que tem como finalidade incentivar a empatia como forma de fortalecer as conexões humanas.

Através dessas habilidades, é possível compreender melhor os nossos comportamentos do dia a dia e perceber ações ou sentimentos que resultaram de uma situação específica onde não fomos prontamente atendidos.

Outro ponto importante da CNV é que ela visa reinventar a nossa forma de falar e ouvir, de modo que responder inconscientemente deixa de ser a primeira opção. A partir disso, passamos a escutar o outro com mais atenção e empatia.

comunicação-não-violenta
comunicação-não-violenta

Importância da CNV

  Anúncios  

Ter habilidades que permitam uma comunicação clara e a capacidade de entender o outro é fundamental em todos os aspectos da vida. Nas relações interpessoais, por exemplo, o convívio com os demais pode se tornar muito mais acolhedor e pacífico.

A prática da comunicação não-violenta vem sendo muito utilizada em ambientes corporativos, local onde desentendimentos e falhas de comunicação ocorrem com uma frequência significativa.

Incentivando o uso da CNV no trabalho, a relação entre os funcionários flui de uma forma melhor, de modo que o trabalho em equipe se torna mais produtivo e o ambiente se torna mais leve.

4 passos para aplicar a Comunicação não-violenta

Saber o que é CNV e para o que ela serve é o ponto inicial para dar início a prática. Para aplicar o conceito no dia a dia, o criador do método destaca que é preciso se atentar a 4 componentes específicos que estão citados abaixo:

Observação

Observar o que está acontecendo ao seu redor e na situação em questão é fundamental para compreender os fatos com mais clareza. Dessa forma, haverá a possibilidade de contribuir para a situação de uma forma positiva.

Aqui a chave é observar sem julgamentos, de modo a evitar qualquer tipo de suposição precipitada. Tente analisar a questão e tudo o que o outro tem a dizer sem criar um juízo de valor.

Sentimento

Aqui é necessário compreender qual sentimento essa situação específica lhe causa após a observação. Tenha bastante atenção e então nomeie o sentimento, que pode ser medo, alegria, mágoa, tristeza, raiva, etc.

Uma dica importante é que você não tenha receio de se sentir vulnerável para poder expor o que está sentindo para o outro de forma branda, sendo um ponto muito importante da comunicação não-violenta.

Necessidades

Após compreender com profundidade o sentimento, chegou o momento de identificar quais são as necessidades que estão atreladas a ele. Por exemplo, se está se sentindo frustrado, qual foi a necessidade que deixou de ser atendida para gerar este sentimento?

Quando uma pessoa consegue expressar os seus sentimentos e explicar as suas necessidades, o outro tem a chance de entender melhor o que a pessoa está querendo dizer, podendo atender melhor suas necessidades.

Pedido

Todos os passos anteriores caminham para esse ponto específico, que é o momento onde deve ser feito um pedido respeitoso e claro para o outro sobre o que pode ser feito para solucionar um problema.

Na comunicação não-violenta a sua visão será passada de uma forma mais singela, de modo que as informações poderão ser acatadas com mais facilidade por aqueles que estão ouvindo, o que é muito interessante.

O que não fazer ao aplicar a Comunicação não-violenta

Os exercícios de CNV devem ser praticados diariamente para que gerem bons resultados na vida pessoal e profissional, e para conseguir êxito ao desenvolver essas novas habilidades, é muito importante evitar algumas coisas:

  • Comparações;
  • Julgamentos;
  • Transferência de responsabilidade;
  • Negação.

Na grande maioria dos casos esses fatores são os responsáveis por gerar desavenças, mesmo que a sua intenção seja positiva. Aprender como não ser violento ao se expressar é algo que demanda tempo e paciência, mas que gera ótimos resultados.

Gostou do nosso conteúdo? Veja também como ganhar dinheiro com artesanato em MDF.


Nome do redator

Flavia Reis

Sou especializada em tecnologia e uma apaixonada por aplicativos móveis. Eu escrevo regularmente para o site mundodotrabalhador.com, fornecendo análises detalhadas e análises aprofundadas de aplicativos para ajudar os usuários.


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.